sábado, 10 de dezembro de 2011

Foto para o Facebook #2



sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Mensagem para Facebook #1


Uma lenda chinesa conseguiu explicar de uma maneira bonita e muito convincente:
Os polegares representam os pais. Os indicadores representam teus irmãos e amigos.O dedo médio representa a você mesmo. O dedo anelar (quarto dedo) representa o seu cônjuge. O dedo mindinho representa seus filhos. Agora junte suas mãos palma com palma, depois, une os dedos médios de forma que fiquem apontando a você mesmo, como na imagem….

(continue lendo...)

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

sábado, 17 de setembro de 2011

Mussarela ou muçarela?

tags: mussarela ou muçarela muçarela ou mussarela muçarela mussarela como escrever

Olá povo,

Hoje vamos provar que a voz do povo é a voz de Deus usando a muçarela.

Muçarela se escreve corretamente assim: MUÇARELA. Vem do italiano, mozzarella. Como o bom e velho português não está acostumado com o "z" duplicado, a elite dos letrados trocou os dois "z" pelo "ç". Portanto, o correto é: MUÇARELA.

Porém, caiu no gosto popular a forma "mussarela", que acabou se consagrando como mais um daqueles erros de grafia que, de tanto serem repetidos, parecem que estão certos. Escrever "mussarela" está errado! O certo é "muçarela", mas as pessoas insistem em "mussarela".

Logo, se você é um pseudo-letrado, escreva "mussarela". Porém, se você for um letrado, escreva MUÇARELA.

Acheropito pôs muçarela tanto no ensopado de cachorro, como no cachorro-quente.



Verbatin!

crédito das imagens na ordem em que foram apresentadas:
orapois.com.br
na imagem 

Para ler mais artigos como esses, acesse o blog do gramaticando:


terça-feira, 13 de setembro de 2011

Afim ou a fim de?

tags: como se escreve se diz afim a fim de que separado junto gramática

Ahhhh.... estou tão afim da Juvenalda!
Quer dizer... estou a fim da Juvernalda... Ou melhor... Não sei...

Juvenalda e seu sorriso contagiante

Que situação, hein? E aí, qual é o certo: a fim de (separado) ou afim (junto)?

Bem, para escrever, existe tanto o "afim" junto e "a fim" separado. Vejamos:

1) A fim de 

Pode significar: Vontade, desejo, disposição, finalidade

Estou a fim de vender seu carro
(estou com vontade de vender seu carro)

Você compraria?

Adalgamir não está a fim de fazer nada hoje
(ele não está com vontade\com disposição de fazer nada hoje)

Emadolnida está a fim de Acheropetônio
(literalmente: Ela está "com vontade de dar uns pegas" nele)


Zucrinalino vai juntar dinheiro a fim de comprar um carro novo.
(finalidade: ele vai juntar dinheiro para comprar um carro novo)

2) Afim (junto)

O "afim" (junto) só é usado por gente culta, por gente pseudo-culta ou por vestibulando. É bem comum seu uso no plural (afins).

Pode significar: afinidade, parentesco, semelhança

Abigonaldo, você precisa praticar atividades físicas, como corrida, natação, futebol e afins 
(...atividades físicas, como corrida, natação e atividades semelhantes a essas\parecidas com essas)

Abigonaldo em seu melhor lance no futebol

Eles são afins 
(eles são próximos\parentes\têm afinidade um com o outro) 





Se você escreve "afim" e "a fim" corretamente, meus parabéns: você é um letrado! Caso contrário, você é um pseudo-letrado. Entretanto, não entre em desespero: o Gramaticando está aqui para isso!

Acesse nossa série sobre ortografia clicando BEM AQUI e seja feliz!

Verbatin!


Para dúvidas e sugestões: use o nosso formulário de contato ao final dessa página ou faça um comentário. 


Para xingamentos e barracos: aperte a tecla "10" de seu telefone e depois tente morder seu próprio cotovelo. 

créditos das imagens (na ordem em que foram apresentadas):
humorvip.wordpress.com
humoradois.wordpress.com
article.com.br

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Blog do Gramaticando em expansão



O Blog do Gramaticando está em crescente expansão e, em breve, alcançará a média de visitas diárias do VinicBlog.

O Gramaticando conseguirá, em menos de 1 ano e com menos de 70 postagens, crescer o que o VinicBlog cresceu em 4 anos com mais de 600 postagens, o que me surpreende bastante. Essa previsão é baseada nos vários indicadores de visitas indexados aos dois blogs.

Por conta disso, investirei ainda mais no Blog do Gramaticando para que ele venha se consolidar como um blog de alta qualidade e me dedicarei ainda mais a ele. Claro que vou manter o VinicBlog no ar, mas a prioridade agora é manter a expansão que o Gramaticando vem ganhando.

Portanto, você que acompanha o VinicBlog, passe a acompanhar também o Blog do Gramaticando e ver, na prática, o nosso crescimento. Claro que, antes de qualquer coisa, agradeço primeiramente a Deus e a você, caro leitor, por estar nos visitando e contribuindo para a difusão do blog.

A partir de hoje, o Gramaticando deixa de ser uma série subordinada ao VinicBlog e passará a ter a sua própria estrutura como um blog autônomo.

Visite o Blog do Gramaticando e confira um jeito de aprender português de uma forma bem diferente! 


quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Como se escreve (por extenso) 60 e 600?

tags: como se escreve se escrever 60 600 seiscentos sessenta seissentos sescenta gramática dúvida ortografia

Olá,

Uma dúvida muito comum em relação aos números por extenso é a escrita de 600 e de 60. Se escreve sescentos, seiscentos ou seissentos? Ora, vejamos:

O correto é seiscentos.

Tarefalda se escondeu no meio do grupo de seiscentos coelhos.



Como decorar? É simples: basta se lembrar de "seis centos", ou seja, "seis cem" (seis números 100). Portanto, é a junção de "seis" com "cento", ficando "seiscentos". Pronto. Se você errava isso, nunca mais vai errar.

Agora, em relação ao 60, se escreve com dois "s": sessenta. Não se usa "c". Lembre-se do seis: só se usa "s". Logo, no 60, só se usa "s" em tudo: sessenta. Não existe cessenta, sescenta e muito menos cecenta.

Portanto, nunca se esqueça: "sessenta" e "seiscentos" (seis+centos, sendo que "cento" vem de "cem", ou seja, 6x100).

Imagem:
fofuritas.com.br

Verbatin!

Para mais postagens de gramática, visite:




O Afonso agradece a sua visita


quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Bem Vindo, Bem-Vindo ou Benvindo?

tags: como se escreve bem-vindo bem vindo benvindo boa-vinda boas-vindas


Uma dúvida que eu sempre tive foi em relação às boas-vindas. Como se escreve: "bem vindo" ou "bem-vindo"? E o correto é: bem-vindo (com hífen).

Seja bem-vindo ao Beleléu!


Feminino: bem-vinda ao Beleléu.
Plural: bem-vindos ao Beleléu.

Será que existe Benvindo? Sim, existe: é nome de gente.

Frigomérico Acheropito Benvindo dos Santos viajou de carro 

Frigomérico Benvindo e sua família numa típica e breve viagem ao litoral


E será que existe "boa-vinda". Resposta: não. O termo "boas-vindas" é fixo, sempre usado no plural.

Ele deu as boas-vindas para ela. 
Eles deram as boas-vindas para ela.
Eles deram as boas-vindas para elas. 
Ele deu as boas-vindas para elas. 

Verbatin!

Crédito das imagens (na ordem em que foram apresentadas)
Gramaticando
humortalha.com


Para mais postagens de gramática como essa, visite:

segunda-feira, 25 de julho de 2011

"Por meio" ou "através"? Qual a diferença?

E então? Qual a diferença entre o uso dos termos "por meio" e "através"?

Se você acha que é tudo igual, lamento: está enganado.

O termo "através" tem a ideia de movimento (físico), enquanto o termo "por meio" tem a ideia de instrumento. Meio complicado? Vejamos os exemplos:

O carro de Zucrinilda foi correndo através da rua e, do nada, caiu na lixeira  
(ideia de deslocamento, movimento)

Como ela fez isso?


Acroveraldo venderá seu carro por meio da publicidade
(ideia de ferramenta) 

Hum... Será que anda ainda?

Para mais postagens como essa, visite:


imagens retiradas respectivamente de:
motorpasion.com.br
humoradois.wordpress.com


segunda-feira, 18 de julho de 2011

Se não ou senão? Quando usar?

Quando usar "senão" e "se não"? O pequeno detalhe de escrever junto ou separado enrola muita gente, então vamos ver logo a diferença entre o uso de cada termo.

Se não = "caso não", "quando não"
Senão = "caso contrário", "a não ser", "porém", "do contrário"

Vejamos alguns exemplos:

Se não usar o telefone fixo, não vai conseguir falar conosco 
(Caso não use o telefone fixo, não vai conseguir falar conosco)



Acheropito precisa trocar o air bag do carro, senão não terá segurança 
(Acheropito precisa trocar o air bag do carro, caso contrário não terá segurança) 

Moderno air bag após o veículo ser submetido ao
Brega-Brega Serviços Automotivos LTDA


Portanto, veja que "se não" tem um aspecto mais condicional. Por isso, o "se" é separado do "não". É uma condicional "negativa". A positiva seria "se usar o telefone fixo, vai conseguir falar conosco". Portanto, a condicional negativa é separado (se não usar o telefone fixo, não vai conseguir falar conosco). O uso do telefone é uma condição para que a comunicação possa se realizar (por isso chamamos de condição ou condicional).

Já o "senão" não apresenta uma condição, mas sim está mais ligado à ideia de consequência (faça isso, senão acontecerá aquilo). Portanto, temos:

Se não fizer isso, acontecerá aquilo (condicional) = acontecerá aquilo se não fizer isso.
Faça isso, senão acontecerá aquilo (consequência)

Leia mais postagens sobre gramática no blog do gramaticando:


Verbatin!

Imagens extraídas respectivamente de:
mais.uol.com.br
twittercomhumor.com

domingo, 17 de julho de 2011

O que alguns gestos significam?

Você já reparou quantos gestos as pessoas fazem? Involuntariamente eles podem dizer o que você está pensando

É claro que muitos gestos podem não querer dizer absolutamente nada. Mas muitos podem ser assimilados às relações que o corpo tem com a mente. Segue abaixo alguns gestos com seus respectivos significados.

Gesto: permanentemente com as mãos nos quadris
Significado: agressão

Gesto: caminhar excessivamente com a coluna ereta
Significado: otimismo, confiança

Gesto: braços cruzados no peito
Significado: defensiva

Gesto: mãos voltadas para trás
Significado: apreensão, frustação, raiva

Gesto: mãos nas bochechas
Significado: avaliação, pensando

Gesto: tocar, esfregar ligeiramente o nariz
Significado: rejeição de dúvida

Gesto: esfregar os olhos
Significado: dúvida

Gesto: chefe descansando as mãos
Significado: tédio, enfado, zanga, cansaço

Gesto: esfregar as mãos
Significado: antecipação

Gesto: sentar com as mãos voltadas para trás da cabeça, cruzar as pernas
Significado: confiança, superioridade

Gesto: abrir as mãos
Significado: inocência, sinceridade

Gesto: esfregar a ponta do nariz de olhos fechados
Significado: avaliação negativa

Gesto: tocar a ponta dos dedos
Significado: impaciência

Gesto: estalar os dedos
Significado: autenticidade

Gesto: cabeça se inclina rapidamente
Significado: interesse

Gesto: olhando para baixo
Significado: incredulidade, difícil de acreditar

Gesto: roer unhas
Significado: insegurança, nervosismo

Gesto: mexer no queixo
Significado: tentando fazer uma decisão

Via: http://www.vidauniversitaria.com.br

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Advérbio (definição)

Olá povo,

No blog do Gramaticando, nós estudamos os verbos e agora vamos começar a falar dos advérbios. O que vem a ser um advérbio? Vejamos o exemplo a seguir:

Fredericano come ração. 

Fredericano e seu colar cervical da
Brega-Brega Práticos  Equipamentos Veterinários LTDA.


Agora, veja esses exemplos:

Fredericano come ração rapidamente
Fredericano come ração na cozinha.
Fredericano comeu ração ontem
Fredericano comeu muita ração. 
Fredericano comeu rapidamente muita ração na cozinha ontem

Perceba que nesses exemplos nós estamos detalhando a forma em que a ação verbal ocorre: definindo o modo (rápido, devagar, melhor, pior...), o lugar (na cozinha, no quarto, em Tangamandápio, em Pato Branco), o tempo (ontem, hoje, amanhã), intensidade (pouco, muito, bastante...) e por aí vai. Essas palavras são os advérbios. São palavras invariáveis que indicam as circunstâncias da ação verbal. 

Alguns se flexionam (variam) em grau (pouco-pouquíssimo, perto-pertinho,...), aumentando ou diminuindo a intensidade, além do grau comparativo de superioridade (bem-melhor, mal-pior). 

Porém, o mais importante é saber a classificação dos advérbios, ou seja: saber o que eles exprimem. Saber se eles dão a ideia de modo, tempo, lugar, afirmação, negação, dúvida e por aí vai. Na próxima postagem, vou publicar uma lista da classificação dos advérbios para você ter uma ideia. 

Na Análise Sintática, o termo que tem valor de advérbio se chama "adjunto adverbial".  

Verbatin!


Visite o blog do Gramaticando:


imagem extraída de:
lolcos.wordpress.com 

terça-feira, 12 de julho de 2011

Como se acalmar?

Provas de auto-escola, palestras, seminários, a primeira conversa com a "mina" dos seus sonhos, casamento... Enfim, são muitas as ocasiões que nos tiram realmente do sério e nos deixam nervosos. A nossa respiração se intensifica, começamos a suar frio, ficamos ansiosos e nervosos e tudo isso influencia em nossa postura, em nossas atitudes.

O que fazer para manter a calma, o que fazer para controlar o nervosismo numa ocasião crítica? Dando uma olhada no que rola na internet sobre isso, você pode:


1) Molhar os pulsos em água corrente (por a mão debaixo da torneira)

Isso combina 3 fatores importantes:
1- Barulho de água acalma.
2- Molhar o pulso dá uma esfriada imediata no sangue.
3- O ato de tomar essa medida desvia tua atenção da situação estressante!

2)Parar contar até 3 vezes , respirar fundo e prender a respiração depois ir soltando paulatinamente até que seu corpo esmoreça como se estivesse vazio. Verá que a calma se instalará

3) Tome chá de erva-doce, de erva cidreira, de camomila, suco de maracujá, maracujina.

4) Morda o travesseiro e grite o máximo que puder. Ou então bata no travesseiro.

Realmente, a forma mais clássica que encontrei é respirar fundo e contar de 1 até 10. Na verdade, para quem não percebe, contar nada mais é do que ocupar a sua mente com outra atividade. Você se concentra numa atividade única, de modo a desocupar a sua mente e se esquecer por alguns instantes daquilo que te deixa nervoso.

Uma aplicação disso também é a famosa contagem de carneiros para poder dormir. Ora, por que contar carneiros ajuda dormir? Resposta: você desvia a sua mente para uma atividade monótona e repetitiva que o faz cansar e dormir.

Portanto, veja que os números 1 e 2 seguem esse princípio. Se distraia com alguma coisa, tente esquecer, por um momento, aquilo que causa nervosismo em você. Respire fundo, conte, se concentre em algo simples e básico. Se estiver na rua, comece a contar quantos carros você vê, se estiver sentado perante uma plateia e estiver a poucos minutos de ser convidado a falar, comece a contar as janelas, conte algo ao redor, tente se distrair por alguns instantes. Daí vem a questão do "quebra-gelo": uma atividade que distrai os participantes antes deles atuarem.

O número 3 já segue outra linha: o uso de certos auxílios, como esses acalmantes (naturais ou sintéticos) que vão atuar diretamente na atividade de seu organismo. Soma-se a isso qualquer auxílio externo: uma música, por exemplo. A música interfere diretamente em nossas emoções: pode nos entristecer, nos agitar ou nos acalmar.

Por fim, o número 4, talvez mais prático, segue a linha da descarga: o nervosismo é um acúmulo de energia, tão grande que você começa a ter tiques, ou então esfregar uma mão contra a outra, ou então andar de um lado para o outro. Na hora do nervosismo, da ansiedade ou da raiva, nós acumulamos muita energia e ela fica retraída, como se estivéssemos a prendendo. Não é assim que nós nos sentimos? Portanto, simplesmente a liberte. O travesseiro é realmente ótimo para isso. Você já deve ter visto em filmes que o criminoso, ao efetuar um assassinato, usa o travesseiro para diminuir o volume de um tiro. Ora, se o travesseiro diminuiu o volume de um tiro, então com certeza mai absorver um grito, por exemplo. Extravase, grite, corra e você se sentirá aliviado.

Logo, em geral, você pode seguir 3 linhas de métodos para se acalmar: distraia a sua mente, use algum auxílio ou então descarregue todas as suas energias que você está prendendo. Não interessa quem fale com você, não interessa em quais sites você vai procurar. Todas as alternativas para tentar se acalmar se baseiam em um desses 3 tipos de controle que acabei de dizer, seja diretamente como indiretamente.

Óbvio que você vai empregar cada um dependendo da situação. Se você estiver na sala de aula, fazendo uma prova, claro que você vai tentar, por um momento, distrair a sua mente, respirando fundo e contando de 1 a dez. Se você estiver em casa, será melhor fazer um chá e deitar um pouco ao invés de ficar contando de 1 até dez.

E você? Como se acalma? Tem alguma ideia? Faça um comentário e compartilhe conosco!

sábado, 2 de julho de 2011

O significado dos Rabiscos

Se você é um daqueles que fica rabiscando a agenda ao falar no telefone, experimente prestar mais a atenção nos rabiscos que você faz. Os desenhos podem expressar alguma característica de sua personalidade.


Espirais
Quem fica desenhando espirais não gosta de ficar sozinho. Desenhos assim são feitos, geralmente, por pessoas que gostam de se destacar no grupo.

Flores
Se você, vira e mexe, desenha flores, então isso significa que você é uma pessoa sensível. 

Setas 
Desenhar setas significa ter alguma idéia fixa. Se elas apontarem para baixo ou para esquerda, elas falam de alguma coisa que já passou. Se elas apontarem para a direita, indicam algo futuro. Se as setas apontarem para cima, você deve estar entediado(a).

Olhos
Você é uma pessoa curiosa ou esta procurando alguma solução para algum problema. O sentido do olhar também é importante para a esquerda, indica algo no passado; para a direita, mira o futuro. 

Círculos 
O habito de desenhar círculos indica que você é uma pessoa que se completa, mas gosta de passar bastante tempo com as pessoas. No entanto, se são vários círculos que se sobrepõem, você gosta de ficar na sua. 

Caras e Bocas 
Tudo indica que se sinta bem ajustado(a) ao seu mundo. As expressões dessas figuras que surgem do nada também revelam como você esta se sentindo. Portanto, se você está contente acaba desenhando pessoas alegres (e vice-versa)

Nomes 
Se você não para de escrever seu próprio nome, pode ser um jeito inconsciente de demonstrar que está triste ou está se sentido rejeitado pelos outros. Mas pode significar também que você anda muito preocupado consigo mesmo.

Cubos
Desenhar cubos revela uma pessoa que nada tem de preguiçoso. Pelo contrario, você é criativo, motivado e gosta de pôr a mão na massa e de participar. Desenhar um cubo dentro do outro demonstra frustração com alguma coisa ou alguém.

Estrelas
Rabiscar estrelas é um sinal de ambição, de que você tem objetivos bem definidos na sua cabeça. Se as estrelas forem simétricas, você sabe analisar as situações, é curioso e seguro. Já as estrelas disformes, assimétricas, indicam que você tem muita energia mas não sabe bem como usá-la.

Casas
Desenhar casas significa estar se sentindo bem no lugar onde se vive.
Uma casa aponta para uma sensação de conforto, paz com a família, mesmo que algumas brigas com os irmãos pareçam dizer o contrario. Mas se a casa não tiver janelas nem portas, isso pode indicar uma sensação de pouco espaço.

Linhas
Linhas retas são feitas por quem é entusiasmado, tem objetivo e vai direto ao ponto. Linhas em ziguezague ou que se cruzam varias vezes indicam que alguma coisa mexeu muito com você, mas sua opção é não pôr o dedo na ferida. 

Ondas 
Você esta pronto para mergulhar em alguma coisa nova, que pode mudar a sua vida. Ondas lembram movimento, expectativa de uma oportunidade especial ou desejo de cair fora, rapidinho.

Via: http://idiass.blogspot.com

terça-feira, 28 de junho de 2011

Os problemas de gramática do relógio

Hoje vamos falar tudo sobre as "horas". Sim, muita gente se confunde com isso. Como é algo comum, do nosso cotidiano, acho que vale a pena falarmos disso.

1º) O problema da crase 

Nós usamos a crase somente se não tiver preposição antes:

Bacileia irá ao mercado às 20h para comprar um enlatado 
Bereteneu irá ao mercado até as 20h para comprar um enlatado 
(como tem a preposição "até" antes do "as", o "as" não tem crase). 


2º) Plural e Singular

O verbo concorda com o tempo

É 1h da tarde/ São 2h da tarde 
Falta um minuto/Faltam dois minutos (e não "falta 2 minutos")
Deu 1h da tarde/Deram 13h da tarde quando Doriveu comprou seu carro "tunado" 

3º) Minutos para...

Agora, vem o mais estranho: a informação dos minutos que faltam para chegar a uma hora exata. Todo mundo fala "o filme começa às 5 para as dez", mas o certo é "o filme começa aos 5 para as dez", pois fica subentendido "o filme começa aos 5 minutos para as dez horas".

Berinete saiu de casa aos 15 para as 11 da manhã para comprar um gato de estimação rico. 



Para mais conteúdo em gramática, visite: http://blogdogramaticando.blogspot.com/


Créditos das imagens (na ordem em que foram apresentadas)
na foto
lipesblog.com
na foto

domingo, 19 de junho de 2011

Dúvida do internauta

Olá povo,

Hoje vou responder uma pergunta dos nossos internautas (para enviar sua dúvida, basta usar o formulário de contato no final do Blog do Gramaticando ou do VinicBlog).

E a pergunta é: "É correto usar a expressão 'que nem' no lugar do 'como'?" 


O Gramaticando respode: SIM, mas cuidado com as circunstâncias.

Abaixo, vem a explicação:


A expressão "que nem" pode funcionar sim como uma conjunção subordinativa comparativa (em outras palavras, estabelece uma ligação entre a oração subordinada adverbial com a principal). 

Em outras palavras, tem o mesmo valor de "como". 

Porém, lembro-te que "que nem" (principalmente) e "como" devem ser evitados em redações e dissertações, por exemplo. São expressões mais coloquiais (do povão). 

"Frederica correu do cachorro que nem o carteiro"

"Frederica correu do cachorro como o carteiro". 

Veja que o uso do "que nem" e do "como" é mais característico da fala, da linguagem coloquial: não soa muito bem, não fica muito bonito. Numa dissertação, tu poderias escrever:

"Frederica correu do cachorro do mesmo modo que o carteiro correu dele". 
"Frederica correu do cachorro da mesma forma que o carteiro correu dele". 



Veja que está mais "chisk", por assim dizer. Está mais... completo, entende? Usar "que nem" ou "como" poderia resultar numa perda de pontuação em "adequação vocabular" numa dissertação.   

Para enviar sua dúvida, basta fazer a pergunta no nosso formulário de contato ao final do blog.

Acesse o Blog do Gramaticando: blogdogramaticando.blogspot.com

Imagem: caninablog.wordpress.com

quinta-feira, 9 de junho de 2011

Denotação ou Conotação?

Olá povo,

As pessoas, devido a sua imensa e gigantesca criatividade, mudam o significado real das palavras. Nem tudo é o que realmente está no dicionário. Chamar uma pessoa de baleia significa chamá-la de gorda, mesmo que baleia, no dicionário, signifique mamífero (não é peixe, meu povo!!!)




Como as palavras mudam de sentido, alguém teve a brilhante ideia de inventar nomes para indicar quando o significado é o real (o que consta no dicionário) e quando é figurado (é usado como metáfora, por exemplo).

Quando a palavra guarda seu sentido original, nós estamos falando de DENOTAÇÃO (ou aspecto denotativo, ou característica denotativa, enfim... qualquer coisa + denotativo). Quando as palavras não significam o que realmente eram para significar, então se trata de CONOTAÇÃO.

O arquiteto Jurandimar é desprovido de inteligência (DENOTAÇÃO)

O arquiteto Jurandimar é uma porta (CONOTAÇÃO)




Veja que, ao dizermos que "fulano é uma porta", estamos dizendo que fulano é "burro, desprovido de inteligência" e não necessariamente uma porta de madeira. Portanto, é um termo com característica conotativa. 

DENOTATIVO: SENTIDO REAL ("D" DE DICIONÁRIO)

CONOTATIVO: SENTIDO FIGURADO 

Verbatin!


Crédito das imagens (na ordem em que foram apresentadas)
na imagem
revoltasdejorgecoutinho.blogspot.com


As explicações nas postagens possuem, de forma estratégica, caráter informal e coloquial para preservar o conceito autor-leitor, que faz parte do modelo expressivo cultivado pelo blog. Leve em consideração o conteúdo da postagem e não a forma em que ela será apresentada. 


domingo, 5 de junho de 2011

Curiosidades do Papel Higiênico


Desenrolar por cima ou por baixo? Eis a questão!

É melhor desenrolar papel higiênico por cima ou por baixo? Ou você acha que não tem diferença nenhuma? Pode achar estranho, mas existe vantagens e prejuízos sim! Vamos descobrir então:

Por cima:

1 – a ponta livre do papel fica mais visível, geralmente sobre o rolo.
2 – dá pra fazer tudo que tem que fazer com uma mão só

Por baixo:

1 – o papel precisa estar bem desenrolado para poder enxergar a ponta livre, que fica por trás do rolo, contra a parede
2 – se não estiver bem desenrolado, terá que procurar a ponta livre pelo tato
3 – para rasgar o pedaço, terá que usar as duas mãos, pois o puxão mal dado poderá desenrolar ainda mais o papel higiênico, podendo deixar uma sobre significativa no chão.

Portanto:

Facilite sua vida! Posicione o papel higiênico para poder desenrolar por cima! Pequenas idéias podem fazer grandes diferenças!


Se você já reclamou de papel higiênico que parece lixa, que arranca o couro ou não limpa nada, então não queira imaginar como era antigamente...


Hoje é fácil: papel higiênico vem embaladinho, bonitinho, organizado... Mas antigamente, como era?

Na hora do aperto, já se contou com folhas, grama, neve, musgo, lã de carneiro e até areia! A palha de milho foi muita utilizada na década de 50: de preferência, as folhas verdes, que não eram ásperas, apesar de hoje existir certas marcas de papéis higiênicos que mais parecem lixa.
Porém, o mais prático e simples era usar o próprio rio, já que facilitava todo trabalho. Já parou para imaginar isso, para imaginar essa cena? Pois é, até hoje acontece isso em locais próximos ao rio São Francisco. E pode acreditar!

O papel higiênico que a gente conhece nasceu em 1857, criado por Joseph Gayetty, perfumado com babosa e com o nome do criador impresso em cada rolo. Mais desde a época de reis do século XIV já se usava um papel higiênico parecido. Eles simbolizavam riqueza e poder, eram artigos próprios da nobreza, do povo chique.


Você acha que é certo ou errado jogar papel higiênico no vaso? O que é mais ecologicamente correto? É isso que vamos descobrir agora!

Pode parecer estranho, mas depende. Tanto jogar no lixo como no vaso pode contribuir ou não para o ambiente. Vejamos então:

Se o papel for fino, dissolve facilmente na água, jogue na privada e dê a descarga. Afinal, ele vai parar no aterro sanitário, exatamente onde pararia se fosse jogado no lixo. A diferença é econômica e ecológica: pelo lixo, você gasta mais por usar a sacola plástica de lixo, que além disso, ao chegar no aterro, vai demorar pelo menos 40 anos para se degradar, o que seria um “soco na cara” no ambiente. Portanto, nesse caso, o mais correto é na privada mesmo.

Porém, entretanto, todavia e contudo, leitores do VB, se o papel for grosso, jogue no lixo. Você já deve deduzir a resposta: mesmo que ele não entupa sozinho o fluxo da rede de esgotos, seus resíduos podem contribuir para piorar outros entupimentos. Portanto, o melhor a fazer é jogar no lixo.

quinta-feira, 2 de junho de 2011

Denotação ou Conotação

Olá povo,

As pessoas, devido a sua imensa e gigantesca criatividade, mudam o significado real das palavras. Nem tudo é o que realmente está no dicionário. Chamar uma pessoa de baleia significa chamá-la de gorda, mesmo que baleia, no dicionário, signifique mamífero (não é peixe, meu povo!!!)



Como as palavras mudam de sentido, alguém teve a brilhante ideia de inventar nomes para indicar quando o significado é o real (o que consta no dicionário) e quando é figurado (é usado como metáfora, por exemplo).

Quando a palavra guarda seu sentido original, nós estamos falando de DENOTAÇÃO (ou aspecto denotativo, ou característica denotativa, enfim... qualquer coisa + denotativo). Quando as palavras não significam o que realmente eram para significar, então se trata de CONOTAÇÃO.

O arquiteto Jurandimar é desprovido de inteligência (DENOTAÇÃO)

O arquiteto Jurandimar é uma porta (CONOTAÇÃO)




Veja que, ao dizermos que "fulano é uma porta", estamos dizendo que fulano é "burro, desprovido de inteligência" e não necessariamente uma porta de madeira. Portanto, é um termo com característica conotativa. 

DENOTATIVO: SENTIDO REAL ("D" DE DICIONÁRIO)

CONOTATIVO: SENTIDO FIGURADO 

Aprenda gramática de forma descontraída através do Gramaticando. 


Verbatin!

Crédito das imagens (na ordem em que foram apresentadas)
na imagem
revoltasdejorgecoutinho.blogspot.com


As explicações nas postagens possuem, de forma estratégica, caráter informal e coloquial para preservar o conceito autor-leitor, que faz parte do modelo expressivo cultivado pelo blog. Leve em consideração o conteúdo da postagem e não a forma em que ela será apresentada. 


sábado, 28 de maio de 2011

VB muda mais uma vez



Por mais uma vez o VB vai mudar seu formato em publicação. Pode parecer um pouco "massante" e chato isso, mas não deixa de ser um reflexo da tamanha preocupação do blogueiro com a qualidade de seu blog.

Experimentei o modo "magazine" na última vez, inspirando-me na estrutura de uma revista e fazendo publicações mensais. Particulamente, não fiquei satisfeito e contente com os resultados obtidos através dos quatro indicadores de audiência, que controlam o tráfego de visitas únicas e de visualizações de páginas. Eu quero melhorar a qualidade do blog, eu quero fazer com que o VB volte a crescer como já cresceu outras vezes.

Não estou reclamando da audiência não: pelo contrário, estou satisfeito com ela e os índices são interessantes, mas acredito que o blog tem potencial para crescer e se desenvolver muito mais.

Portanto, farei mais uma mudança, que se denomina "grades de programação".

O blog será atualizado nas segundas, quartas e sextas e, em cada dia desses, o conteúdo será direcionado para um público específico.

Cada dia teremos uma grade de programação correspondente.

Segunda
Qual é a diferença
Curiosidades Express
Descomplicando
E Agora, o que Fazer?

Quarta
VB Humor
Seleção Imagens
What is isso aí?

Sexta
Cozinha da Bê
Gramaticando
VB Artigos
VB Dicas


Na segunda, por exemplo, a postagem publicada será de uma das 4 séries indicadas. Na quarta, de uma das 3 indicadas e na sexta de uma das 4 indicadas. Se eu publicar algo relacionado ao tema "curiosidades", por exemplo, essa postagem será publicada na segunda, pois faz parte da série "Curiosidades Express", que faz parte da grade de programação de segunda-feira.

O VB já melhorou bastante, mas acredito que ele possa crescer muito mais! E tudo isso não é por mim, mas sim, por você. Eu não ganho dinheiro com blog, eu não ponho publicidade do blog como os grandes blogueiros fazem. Eu tenho o blog por puro prazer, por gostar do "ofício" e me dedico a ele pois, da mesma forma que ele me ajuda, eu posso ajudar as outras pessoas a terem uma opção mais saudável na blogosfera, que cada dia mais, de modo geral, se rebaixa em seu nível (infelizmente).

domingo, 24 de abril de 2011

VBM - Maio 2011



O VB está inaugurando seu formato MAGAZINE. Essa é a edição de maio e, além da nova formatação, estamos renovando nossa identidade visual, com novo cabeçalho e logotipo. O VB está mais interativo, dinâmico e diversificado e a tendência é crescermos mais, ampliando as nossas parcerias.



  Nessa edição, trazemos uma matéria com a história e as principais curiosidades do seriado “Chaves”, que neste ano completará 40 anos de existência, fato que já expressa seu tamanho sucesso em cativar gerações inteiras não só de crianças, mas de pessoas de todas as idades.
  Muita informação no “VB-PLUS”: como assuntos de culinária patrocinados pelo “Cozinha da Be”, vocabulário de palavras e uma forma muito descontraída e espontânea de aprender o bom e velho Português: é o Novo Gramaticando, totalmente reformulado e mais engraçado do que nunca.
  Não deixe de acessar o VB-HUMOR e avaliar as piadas e se surpreender com as notícias mais bizarras do mundo, provando que, se você pensou que já viu de tudo nesse mundo, então você está enganado.
  No VB-DICAS, acompanhe as dicas para manter o hálito agradável e não ficar mal na fita por aí. Chiclete ajuda? A alimentação também ajuda? Você vai descobrir isso na edição do VB-DICAS.
Acesse o VB-CURIOSIDADES e veja como escapar de um incêndio, além de se surpreender com as fobias mais estranhas do mundo. Não se esqueça do VB-CULT, que trás uma reflexão acerca do conceito da Guerra, interpretada e vista por alguns pensadores.

VB Magazine: Conecte-se a esse mundo

Chaves: 40 anos



Nesse ano, Chaves completará 40 anos de história. Isso é o reflexo do sucesso da série, que persiste no tempo e continua a cativar gerações inteiras de crianças no mundo inteiro. Confira sua história e suas curiosidades aqui, no VB.




(continua...)

Como se livrar do mau hálito?



Que se levante, atire uma pedra, suba numa mesa e dê 200 pulos quem nunca teve mal hálito! Todos, algum dia, já se depararam com essa terrível e péssima surpresa. O que pode ser feito para evitar isso?
Confira esse post do VB Dicas!





(continua...)

Curiosidades (break-post)




Confira curiosidades rápidas no tradicional formato “break-post” do VinicBlog.





(continua...)

Fobias




Há fobias realmente muito estranhas, como “medo de pessoas estúpidas”. Há outras nem tão estranhas assim.

Confira essa lista curiosa de fobias.




(continua...)

O que fazer num incêndio?



Entenda o que você deve fazer e o que não se deve fazer num incêndio, pois lidar ou brincar com fogo pode custar muito caro. Você estaria preparado para enfrentar um? Leia essa postagem cedida pela tradicional série “E Agora!? O que Fazer?”




(continua...)

Queijadinha vapt-vupt (Cozinha da Be)

Olá! Essa semana eu e minha mãe fizemos queijadinhas! A receita minha mãe viu em algum programa do Anonymus Gourmet. Procurei o vídeo pra facilitar aí pra vocês, mas sempre é uma dificuldade achar os vídeos do Anonymus, já que os programas dele são transmitidos em 3 canais diferentes (RBS, TVCOM e Canal Rural) e sempre repetem. Nunca sei se o programa tá passando pela primeira vez ou não... minha mãe, depois de muito procurar acabou encontrando o vídeo! Está disponível no fnal da postagem. Talvez você esteja achando esquisito né, uma receita que vai leite condensado e queijo... mas fica bom, fica doce...não tem gosto forte de queijo. É um gosto doce e bom...se você fizer a receita, não vai se arrepender depois de provar e ver que é muuito boa! 

Mas vamos para a receita então:



(continua...)

Brigadas de Cozinha (Cozinha da Be)


Olá! Hoje vou mostrar para vocês como funciona a hierarquia dentro de uma cozinha. Claro que isso que vou mostrar é em restaurantes grandes/chiques, pois não é todo estabelecimento que necessita de determinados cargos e, muitas vezes, uma pessoa acaba exercendo mais que um cargo. No filme Ratatouille dá pra ver bem a separação dos cargos na cozinha.

Existem mais cargos do que eu vou citar...fiz uma pesquisa na net, e lá mostra muito mais coisa do que eu sabia, mas vou me limitar aos cargos que mostram no meu material de pesquisa (livro Passaporte para o sabor) e ao que eu aprendi na aula.

(continua...)

Por que, porquê, porque ou por quê?

Por que? Porquê? Por quê? Porque... Quando usar o porque e o por que?

Muita gente se confunde ao usar o termo "por que". Afinal de contas, é junto ou separado? Leva acento ou não? Pode parecer complicado, mas depois de umas dicas se torna extremamente fácil.

Para sua infelicidade, existe todos os tipos possíveis: "por que", "porque", "por quê" e "porquê". Calma!! Não se desespere! Chega de blábláblá e confira a explicação abaixo:

(continua...)

Sessão, seção, secção ou cessão?


Como se fala? Sessão (com dois “s”), seção (com “c” cedilha), secção (com “cç”) ou cessão (com “c”).

Para sua enorme infelicidade, existem todos os quatro possíveis tipos de “sessões”. Não se preocupe, pois iremos definir a diferença de cada uma delas. Vamos em partes.



(continua...)

Gramática de um jeito que você nunca viu!


Cansado de aprender o bom e velho Português decorando, de forma monótona, as trocentas regrinhas e as trocentas² exceções?


Que tal aprender gramática de uma forma mais criativa e espontânea? O VinicBlog trás até a você o "Gramaticando", uma nova forma de aprender e fixar o extenso conteúdo da Gramática.




sábado, 23 de abril de 2011

sexta-feira, 22 de abril de 2011

"HÁ" ou "A"?

Hoje nós vamos falar a respeito da diferença entre o HÁ e o A. Entre o “HÁ” com “H” e o “A” sem A. Certo?


A diferença é muito simples. Basta saber que o HÁ se refere ao passado, tendo o mesmo significado de FAZ (do verbo fazer), enquanto o A se refere ao futuro, a uma coisa que será feita.

Nada mais didático do que os exemplos:

Papai Noel andou de bicicleta dois dias.

Observe que, por se tratar de uma ação ocorrida no passado (dois dias atrás), eu usarei o HÁ (com H), que tem o mesmo significado do FAZ (do verbo fazer).

Papai Noel andou de bicicleta faz dois dias




Agora, vejamos outro exemplo:

Torôncio será arremessado no mar daqui a meia hora


Observe que, por se tratar de uma ação futura, eu usarei o A.


Certo? Vamos rever os exemplos:

Papai Noel andou de bicicleta há dois dias. (ação passada – uso o "HÁ")
Torôncio será arremessado no mar daqui a meia hora (ação futura – uso o "A")





As explicações nas postagens possuem, de forma estratégica, caráter informal e coloquial para preservar o conceito autor-leitor, que faz parte do modelo expressivo cultivado pelo blog. Leve em consideração o conteúdo da postagem e não a forma em que ela será apresentada. 






VEJA MAIS POSTAGENS COMO ESSA NO BLOG DO GRAMATICANDO, CLICANDO AQUI

quinta-feira, 21 de abril de 2011

Novo Gramaticando


O Blog do Gramaticando está com novas e adaptadas postagens agora. Aprender a gramática do dia-a-dia ficou mais interessante e descontraído. Acesse Gramaticando, CLICANDO AQUI



Em breve, novos vídeos no You Tube. 

O complicado verbo "haver"

Vamos conhecer um pouco mais o verbo HAVER nessa postagem. 

A explicação nas postagens possuem, de forma estratégica, caráter informal e coloquial para preservar o conceito autor-leitor. Leve em consideração o conteúdo da postagem e não a forma em que ela será apresentada. 

Quando eu uso "haverão", "houveram", "houve" e há? Que confusão, né? Vamos com calma, lek:

HAVER=EXISTIR

1) Quando o verbo haver tiver o mesmo significado de existir, teremos os seguintes casos:

1.1) FUTURO

Para o futuro (a coisa que vai acontecer), nós usaremos HAVERÁ. E ponto final, lek! Só vamos usar HAVERÁ, independente se vier uma palavra no plural depois porque não existe o termo "haverão"! Beleza?
Frigomeda empregou o verbo "haver" de forma correta



Exemplos:

Frigomeda disse que HAVERÁ reunião amanhã.
Frigomeda disse que HAVERÁ reuniões amanhã.





(continua...)

sexta-feira, 15 de abril de 2011

Mudanças no VB

Eu vou mudar um pouco a proposta do VinicBlog, priorizando um pouco mais os artigos de caráter mais pessoal que caracterizam a série "Artigos do VB".

O blog, desde 2008, aborda assuntos em geral: curiosidades, dicas e tudo mais, se tornando uma espécie de revista digital bem diversificada. A partir de agora, passarei a restringir mais o conteúdo do blog e consolidar mais a sua identidade e restringir o público-alvo. É uma decisão estratégica que visa melhorar ainda mais a qualidade do blog. Portanto, em breve, o novo padrão será estabelecido, de forma a trazer um blog de mais qualidade a você.


terça-feira, 29 de março de 2011

Da onde veio a palavra "tchau"?

Retirado de Flickr.com


No Brasil, nós nos despedimos das pessoas dizendo "tchau". No inglês, se fala "bye" ou "good bye" (bom tchau?).

É óbvio que o modo de se despedir muda em cada lugar. No oriente, como na Índia e no Japão, as pessoas juntam as mãos e inclinam o busto em sinal de referência. E o nosso "tchau", de onde veio?

Para ser mais exato, "tchau" é uma herança dos imigrantes italianos, que se despediam dizendo "ciau" (com a pronúncia de "tchau").

E o que significa "ciao"? "Ciau" é a abreviatura de "shiavo", que significa "escravo". Logo, quando a gente se despede dizendo "tchau", estamos falando "escravo".

Vai entender...



Essa postagem pertence à série "Curiosidades Express"
Para ler outras postagem desse série, clique aqui.



TeRçA é DiA DE: Curiosidades Express 

Só aqui, no VB!

quinta-feira, 24 de março de 2011

Verdade ou Mentira: essas leis existem?


Verdade ou Mentira: será que essas leis existem? Confira a resposta no final dessa postagem.

1)Os criminosos precisariam avisar suas futuras vítimas do crime que irão cometer com 24 horas de antecedência. O aviso deve informar à vítima que é permitido o uso de armas para se defender.

2) Todo motorista com intenções criminais precisa parar nos limites da cidade, ligar para o chefe de polícia e avisar que está chegando.

3) É ilegal montar em cavalo feio.

4) Multa de 500 dólares para quem explodir uma bomba nuclear em seu território.

5) Não é permitido andar de bicicleta pela fonte de juventude

6) É ilegal morrer no parlamento britânico, senão será preso. Qualquer pessoa que morre dentro do parlamento tem direito a um funeral com honras reais.

7) discos voadores estão proibidos de pousar sobre as vinícolas. Caso isso acontecer, o "veículo" deve ser imediatamente recolhido para um depósito.

E então? Será que essas leis existiram ou são invenções e mentiras? Confira a resposta agora:

(continua...)

terça-feira, 22 de março de 2011

Enterrado vivo?


Enterrado vivo?

É possível que pessoas vivas sejam enterradas vivas?

Infelizmente, sim. É a chamada “Síndrome de Lázaro”, ou “Catalepsia Patológica”. É um raro distúrbio onde os músculos da pessoa se tornam rijos ou amolecem. Não há sinais que indicam que o indivíduo esteja vivo, apesar de o cérebro continuar trabalhando, podendo ficar horas nesse estado.

“Salvo pelo gongo?”

Se você fosse inglês, teria um problema: onde você seria enterrado? A Inglaterra é um país tão pequeno que mal tem espaço para você cair morto (que dilema, não?). Então, era comum que os caixões fossem abertos e os ossos retirados para serem postos nos ossários para que o túmulo fosse utilizado por outro cadáver.

(continua...)

sábado, 19 de fevereiro de 2011

VB em recesso

Eu não poderei postar por um tempo, então deixarei o VB em regime de recesso. Isso não significa que ele sairá do ar: ele continuará aqui, porém sem atualizações por enquanto em virtude de algumas circunstâncias, mas tão logo eu resolver minhas pendências voltarei a atualizar o blog. Eu não gosto de deixar o blog em recesso e, na medida do possível, tento evitar que isso aconteça. Espero que vocês compreendam e em breve, com a casa "ajeitada", voltarei a postar.









essa mensagem está programada 
para ser publicada às: 24h00min do dia: 19/02/2011