segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Gramaricando: Plural de substantivos compostos

Bom, vamos continuar a pequena série sobre PLURAL. Como eu havia dito, se você acha que plural é simplesmente enfiar o "S" em todo mundo, então tome cuidado, pois não é bem assim que funciona.

Na outra postagem, falamos sobre a pluralização e os verbos relacionados. Como por exemplo, é correto falar "eles dêm" ou "eles deem" ou "eles dêem"? Falamos do papel do acento diferencial também. Se você perdeu q eu quer ler, então CLIQUE AQUI PARA LER ESSA POSTAGEM, MEU FILHO.

Bem, hoje vamos falar da pluralização de substantivos compostos. Realmente eles geram grandes dúvidas. Na sua opinião, como fica o plural dessas palavras abaixo?

guarda-roupa
guarda-florestal
beija-flor
blá-blá-blá 
pé de moleque 

Será que você está certo? Vamos verificar então?

(continue lendo...)

Olha, tem mais regras sobre o plural de substantivos compostos do que o número de derrotas do Ipatinga. Porém, ao invés de catalogar tudo, publicar, sair do painel de controle e fazer você empurrar tudo goela abaixo, eu prefiro selecionar os principais, os mais importantes. Vamos verificar então?

1) O "guarda-alguma coisa"

Esse é muito fácil. Todos os substantivos compostos que começam com "guarda" ou "porta" você tem que pensar desse jeito:

SE FOR GENTE = "GUARDA" NO PLURAL

SE NÃO FOR GENTE  = "GUARDA" NO SINGULAR

Entendeu? Se por acaso "guarda" for gente (pessoa, ser humano, eu, você...) então você escreve "guardas". Se for objeto, você escreve "guarda".

Exemplos:

Guarda-noturno 

Ora, "guarda-noturno" é uma pessoa, é um ser humano. Então o plural é "guardas-noturnos".

Guarda-roupa 

Ora, "guarda-roupa" não é uma pessoa, não é um ser humano, é um objeto, uma coisa. Então o plural é "guarda-roupas".

Capiche? Agora se prepare para decorar mais coisas...

2) Três, quatro, cinco ou trocentas palavras 

Se for 3 palavras e o segundo for preposição,
então só o primeiro vai para o plural. Então, a questão lógica aqui é matemática: se você sabe contar mais de 2, então você não terá problemas.

Exemplo:

pé-de-moleque 

Vamos contar: "pé"(1), "de"(2) e "moleque"(3). Humm... O segundo elemento é uma preposição (de). Ótimo! São mais de 2 palavras e a segunda é uma preposição, então somente a primeira vai para o plural, ficando:

pés de moleque 

Outro exemplos: pimentas-do-reino, mulas sem cabeça (obs: só tem hífen as palavras de origem zoológica ou botânica, que é o caso de pimentas-do-reino)


Agora, se a segunda palavra não for preposição, então manda a última para o plural, meu filho!

Exemplo:

bem-te-vi 

São três palavras e a segunda não é preposição, então o correto é "bem-te-vis".

3) Substantivo, Adjetivo, Numeral 

Esses elementos geralmente vão para o plural quando formam palavras compostas:

segunda-feira = segundas-feiras (numeral + substantivo)
cachorro-quente = cachorros-quentes (substantivo + adjetivo)
erva-doce = ervas-doces (substantivo + adjetivo)

4) Verbo, Advérbio, Interjeição

Esses elementos não vão para o plural quando formam palavras compostas:

pica-pau = pica-paus (verbo + substantivo)
beija-flor = beija-flores (verbo + substantivo)

5) Palavras repetidas ou Onopatopeias 

Nas palavras repetidas e nas onomatopéias, somente a última palavra irá para o plural

tique-taque = tique-taques
pingue-pongue=pingue-pongues
blá-blá-blá=blá-blá-blás

Obs: onomatopeia é a palavra que imita um som. Como "tique-taque" (relógio), "au-au" (cachorro) e "bushiiiauuuuorrrhght plom" (meu estômago quando está de mau humor).

6) Substantivo + Substantivo 

Quando forem dois substantivos, então você pára, respira fundo e analisa: somente o primeiro irá para o plural se o segundo o definir ou tiver uma relação de finalidade com ele. Se não... coloca toda a cambada no plural mesmo.

exemplos:

navio-escola=navios-escola (escola determina a finalidade do navio - navio construído com a finalidade de escola, de instrução)

salário-desemprego=salários-desemprego.

Bom, então você viu aí 6 regras que podem ser muito inúteis úteis em sua vida para combater eventuais dúvidas no plural de substantivos compostos. Bom proveito e até a próxima postagem, onde vamos continuar a falar de plural.

Um comentário:

VELLOSO2008 disse...

VINIC:
IRREVERÊNCIA É A ALMA DO NEGÓCIO...!
VAI FUNDO, POIS, É ASSIM QUE SE CONSTRÓI OS FUNDAMENTOS DE UMA NOVA VISÃO DE ENSINO...
SEJAMOS MENOS CARRANCUDOS E BLIDAREMOS A SABEDORIA DAS AULAS EM UM NORTE SEM MENSURAR O QUE REALMENTE IRÁ FICAR FIXADO NA MEMÓRIA...!
SEU JEITO DE ENSINAR É MUITO LEGAL E MUITO PARTICIPATIVO...
UM ABRAÇÃO MEU IRMÃO.