sábado, 20 de novembro de 2010

O que fazer quando se perde documentos?



Esqueceu a carteira no ônibus e ele se foi para o além? Perdeu a identidade, o CPF, os cartões de créditos? Ou foi roubado? O que fazer quando seus documentos mais importantes são perdidos ou roubados? Não entre em desespero, respire fundo e leia essa postagem
(continue lendo...)







Eu saí da rodoviária já era umas dez da noite. Fui para o ponto de ônibus, esperei uns cinco minutos e entrei no outro coletivo para ir para casa. Coloquei a mão no bolso de trás para pegar a carteira... Mas cadê a carteira? Fucei (é assim que se escreve?) na bagagem, nos bolsos e nada encontrei. Só deu tempo de sair desse ônibus, correr desesperado para a rodoviária e descobrir que o outro ônibus já tinha se ido... Minha carteira estava na poltrona 11 do ônibus rodoviário que naquela hora já estava muito distante, enquanto lá estava eu, sem saber o que fazer, sem nenhum tostão, sem identidade, sem CPF, sem identidade e sem carteira de motorista. Que situação, não? O que você faria nessa situação?

Perda de cartão de crédito

Se você perdeu o cartão de crédito, então deduz-se que ele está solto por aí, que qualquer pessoa pode pegar e fazer a festa com ele. Afinal, não é preciso de senha para fazer compras à crédito com o cartão de crédito, capiche? Ou seja: um vagabundo desgraçado indivíduo mau intencionado pode fazer de tudo com o cartão em seu nome e você vai se... se dar muito mal.

Logo, a primeira coisa que você tem que fazer é pedir o bloqueio do seu cartão. Mas como fazer isso? É muito complicado? Ora, os bancos sabem muito bem que isso é feito em casos de emergência, quando você está em apuros mesmo, então o processo é rápido e simples para facilitar sua vida. Telefone para o banco, um "robô" vai te atender, siga as instruções e você vai falar com um(a) atendente. Você precisa dizer seu CPF e responder algumas perguntas de segurança para provar que é você mesmo quem está pedindo o bloqueio. Feito isso, o atendente bloqueia o cartão na hora. Não se esqueça de que o bloqueio é irreversível: você não pode desbloquear seu cartão depois. Logo, solicite a segunda via do cartão, que chegará no endereço cadastrado em alguns dias úteis. Desse modo, você estará livre das malandragens que poderão fazer com seu cartão perdido ou roubado. Quando eu perdi meu cartão, uma das primeiras medidas ao chegar em casa foi essa: já pude deitar a cabeça no travesseiro e me sentir um pouco mais aliviado.

Perda de identidade, CPF, carteira de motorista e outros... 


Perder documentos importantes nos trás duas grandes dores de cabeça: a primeira, é que com os documentos perdidos a galera do mau pode fazer o que quiser em seu nome. Segundo, para você evitar isso, precisa tomar medidas rápidas e instantâneas. E que medidas são essas? Resposta: boletim de ocorrência (ou B.O.). Graças à Deus, em meu caso, não precisei fazer B.O. pois acordei às 4 da manhã no outro dia, fui para a rodoviária e o primeiro ônibus era o mesmo do último (só mudou de motorista) e minha carteira estava intocada lá na poltrona 11 e, dessa forma, recuperei meus documentos.

Entretanto, se você não tiver a mesma sorte, você precisa fazer o boletim de ocorrência na delegacia ou em algum distrito policial. Se eu não recuperasse meus documentos naquela hora da manhã, eu iria correndo para a delegacia fazer o boletim. O boletim é um documento que eles imprimem lá para você e garantem que a partir daquele momento você realmente não se encontra de posse daqueles documentos. Logo, se a partir daquele momento a sua carteira de identidade aparecer ao lado de uma vítima de homicídio, saberão que você não estará envolvido. É com boletim de ocorrência que muita gente se livra de crimes, de multas e de muitos problemas em seu nome. Portanto, corra para uma delegacia e faça seu boletim de ocorrência.

Portanto, essas foram as primeiras medidas a tomar: são medidas de segurança. Bloqueie seu cartão (não se preocupe que você recebe outro depois) e faça seu boletim de ocorrência e evite muitas, mas muitas outras dores de cabeça. Somente depois dessas medidas você se preocupa em fazer uma nova identidade e etc. A segurança vem primeiro.

crédito imagem: conjectura.wordpress.com






Essa publicação está subordinada à série de postagens "E Agora?! O que fazer?". 
Para ler mais postagens dessa série, clique AQUI. 

"O que você faria se alguém desmaiasse ou tivesse convulsões ao seu lado? Ou então, você passasse por um terremoto ou por uma enchente? Leia a série "E Agora?! O que fazer?"


SÓ AQUI

NO VB!