quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Como Economizar (Parte 1)


Antes de qualquer coisa, devemos saber que economizar é lidar com gastos, e não com os lucros. Se você quer economizar, você tem que ter controle sobre os gastos e não ficar se preocupando em ganhar mais dinheiro para cobrir esses gastos. É essa a essência da coisa.


Você precisa se planejar em relação aos gastos, sempre os colocando como prioridades. Se você ganha 500 reais e tem um gasto de 100 reais garantidos, então você tem que raciocinar que ganha 400 reais (500 – 100). Pegue seu salário e tire todos os seus gastos: o resultado será seu novo salário.


Método para planejar seus gastos:

1ª) Pagar tudo o que deve

Você precisa liquidar seus gastos. Ficar devendo rende juros negativos a você. Portanto, evite a dívida. Lembre-se: seu verdadeiro salário é o salário original menos todos seus gastos. Portanto, o primeiro passo é pagar tudo o que deve, senão tudo vira o efeito da bola de neve. Você não quer isso, quer?

2ª) Com o dinheiro que sobrar:

* 20% para a poupança: o dinheiro aplicado na poupança vai render juros, ou seja, você vai ganhar para deixar de gastar certa quantia em dinheiro. O que você tem a perder? Faça uma popança!

* 80% para você: compras essenciais (comida, vestuário...) e compras À VISTA para conforto, praticidade ou diversão.

Mas lembre-se: o pagamento dos gastos (água, luz, telefone, combustível, escola, IPTU,...) devem ser prioridade. Nunca fique endividado, evite fazer empréstimos: evite ficar devendo dinheiro, pois depois disso, a tendência é virar uma bola de neve e os problemas aumentarem.

Organizando os gastos:

Você precisa organizar seus gastos para saber com que gasta:

1ª) Faça uma lista com todos os gastos do mês. Assim, você terá noção do que tem exagerado; você terá uma visão geral de sua situação e isso vai te ajudar bastante.

2ª) Tenha uma pasta organizada em meses para fixar suas contas pagas. Se for o caso, tenha outra para separar as contas que não conseguiu pagar (algo que tem que ser evitado).

3ª) Guarde suas contas por um período de, no mínimo, 5 anos, exceto o IPVU: você terá que guardar as contas pagas do IPVU durante todo o período em que estiver morando na residência. Um parente meu recebeu uma cobrança de IPTU, recentemente, dizendo que ele estava devendo um valor da década de 70! E ele tinha todas as contas pagas e, acima de tudo, guardadas! Assim, ele provou que não estava devendo nada, inclusive essa conta misteriosa da década de 70.

Deve virar lei: você vai guardar as contas num período de 1 ano apenas. Depois desse tempo, suas contas serão substituídas por uma folha única (dada pela empresa), dizendo que você pagou todas as contas naquele período. Portanto, ao invés de você ficar com 12 contas guardadas, você terá apenas 1 (fornecida pela empresa).


Achou chato? Achou difícil? Será muito mais se você ignorar tudo isso e não saber controlar seus gastos.

Na próxima postagens, veremos dicas valiosas para controlar toda essa “gastança”. Não perca!! É contigo mesmo que estou falando! Não estou escrevendo essa série à toa, estou escrevendo para você!


Nenhum comentário: