domingo, 31 de janeiro de 2010

Como se preparar para um vestibular/concurso público?

Como se preparar para o vestibular ou para um concurso público?




Durante essa série de postagens, nós vimos dicas para garantir um bom estudo. Agora, vamos sair um pouco do ambiente da sala de aula e viajar pelo mundo dos concursos públicos. Você está preparado? Acompanhe a primeira parte desse assunto:

Parte 1: Aspectos psicológicos

No decorrer desse série de postagens, nós vimos os métodos de estudo e vimos como garantir boas notas no colégio. E para o vestibular? E para um concurso público? Como ficam as coisas? Como se preparar do modo adequado?

Hoje, nós veremos os aspectos psicológicos. O candidato tem que ter noção do que está disposto em se envolver e tem que ter motivação. É isso que queremos nessa postagem:

O que muda?

O estudo do colégio tem o objetivo primário da aprovação, tem o objetivo de passar de ano: você estuda para obter uma nota acima da média para ser aprovado.

Porém, nos concursos o objetivo muda. Não basta ser aprovado: tem que estar classificado. Enquanto no colégio você luta somente com você e com suas limitações, no concurso você terá que confrontar outros candidatos em busca das vagas disponíveis.

Portanto, no concurso você tem que lidar com a concorrência. Os 50% de rendimento no colégio não será suficiente para te classificar num concurso. Você precisa de mais, você precisa dar seu melhor.
Para poder selecionar seus candidatos, as avaliações são muito exigentes e são difícieis.

Eu sou capaz?

Todos são capazes. A pergunta correta seria “eu quero mesmo”? O que muda é se você realmente quer a aprovação ou não. O candidato desmotivado está condenado à derrota.


Motivação!

Está muito concorrido? E daí?

Não interessa se o concurso tem 100 candidatos por vaga disponível. Você acha mesmo que todos, mas TODOS estudam? Todos se esforçam? Todos estão motivados? Tem muita gente que sequer estuda, ou melhor, sequer sabe do que está prestes a fazer.

Não é o momento de ficar pensando no potencial de seus concorrentes, mas sim está na hora de acreditar em suas capacidades. Você pode! Você consegue!


Não conseguiu? E daí?

Para um número X de pessoas que passam direto, existe um número 2X ou 3X de pessoas que passam na segunda, na terceira ou na quinta tentativa. Nunca é tarde para desistir. Não passar de primeira não é o fim do mundo!

O concurso público que eu fiz tem suas avaliações divididas em duas fases, sendo a primeira fase eliminatória. Nessa primeira fase, eu acertei 5 questões do total de 20. Dessas 5 questões, acertei 3 no chute!!! Ou seja, só consegui fazer 2 questões da prova! Apesar desse resultado terrível, eu fui aprovado no concurso na outra tentativa! Tome isso como motivação!

Portanto, nunca desista tão facilmente. Tente quantas vezes puder! Se não conseguir, não perca tempo se lamentando e vá em frente!

Na próxima postagem, veremos como estudar para a prova e como fazer a prova. Não perca!


Nenhum comentário: