quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

Como evitar a perda do emprego novamente



Parte 4: Como evitar a perda o emprego novamente

Nessa série de postagens, demos dicas valiosas em relação ao desemprego: um problema terrível que muitas vezes pensamos que não tem solução. Nós vimos: primeiras providências ao ser demitido, dicas para criar um bom currículo, dicas de como se preparar para uma entrevista de emprego e de como se portar durante a entrevista, além das razões para falhar na entrevistas.

Encerrando a nossa série, veremos hoje dicas para evitar perder o emprego novamente. Confira abaixo:



1)Apresentação

Estar bem apresentado é fundamental: use roupas adequadas. Usar roupas adequadas não é o mesmo que usar roupas caras e muito formais, mas sim significa usar roupas passadas, discretas, limpas, no tamanho ideal (não muito justas nem muito largas, como um saco de batata ou então curtas ou cumpridas demais). Tenha cuidado com sua apresentação pessoal: evitar o uso exagerado de perfume ou maquiagem, cuidar do corte de cabelo e etc... Ter uma boa apresentação pessoal demonstra que você é organizado, tem auto-estima, não é desinteressado ou relaxado.

2)Falar bem

Nenhum gerente vai querer um funcionário que vive falando errado. Pior será se você ter que lidar com clientes o tempo todo. Revise a gramática e treine a eloqüência para ser bem entendido e bem interpretado, evitando que os outros pensem mal de você. Evite gírias, mas também não precisa usar uma linguagem totalmente formal, usando mesóclises e palavras cultas e complicadas. Utilize-se da linguagem coloquial, porém sem exageros. A fala é a sua imagem.

3)Tentações

Você pode trabalhar utilizando telefone e principalmente computadores. Então vem as tentações: internet, msn, orkut, jogos onlines, telefonar para a namorada... No emprego você trabalha! Evite fazer o uso do telefone e do computador para benefícios pessoais. Você acha que o gerente vai querer um funcionário que passa a maior parte do tempo utilizando os recursos da empresa para benefício próprio? Para divertimento?
Evite usar o celular durante o trabalho: se for preciso mesmo, seja totalmente discreto. Fale baixo e seja breve: não fique o trabalho inteiro pendurado no telefone. E outra coisa: deixe no silencioso ou no vibra call. Imagine seu celular tocar um som estridente durante o trabalho ou até numa reunião? Vai pegar muito mal para você!


4)A mesa de trabalho

Talvez você trabalhe atrás de uma mesa ou tenha sua própria sala: ou seja, a empresa concede um espaço para você. A impressão da mesa conta: seja organizado. O gerente não vai gostar de passar por sua mesa e ver que um furacão passou por ali: tudo desorganizado, embolado, etc... Seja qual for o espaço que você receber da empresa, o mantenha sempre limpo e organizado: é constrangedor o patrão passar por sua mesa e solicitar a você, de forma educada, que a arrume.
Porém, você não pode transformar sua mesa para se sentir em casa; não exagere na “decoração”: não vai querer expor todo o álbum da família na mesa ou enchê-la de salgadinhos e biscoitos. Vá com calma... Tudo o que você tem que fazer é: “se eu fosse o gerente, eu ia gostar de ver um funcionário nessa situação?”.

5)Relações

Tenha cuidado com as relações afetivas. Primeiramente, se você está no emprego é para trabalhar e não para se reunir com colegas para ficar conversando o tempo inteiro. Conversar no trabalho pode? Claro que pode. Não pode a partir do ponto em que a conversa irá atrapalhar o seu trabalho, o seu rendimento, as suas tarefas. Você não pode se ilhar: você precisa trabalhar em equipe. Porém, trabalho em primeiro lugar.
Tenha cuidado com suas amizades: no ambiente de trabalho, tudo é possível. Você poderá encontrar pessoas invejosas, que vão se passar de amigas para tentar te derrubar. Você vai encontrar pessoas que gostam de fofocar sobre a vida dos outros, você vai encontrar puxa-saco do chefe e vai encontrar pessoas que gostam de armar um bom barraco. Tenha cuidado com suas relações: evite de desabafar com todo mundo, de mostrar seus problemas a todos e de se envolver com pessoas do tipo descritas: invejosas, orgulhosas, desleixadas, fofoqueiras, puxa-saco... Lembre-se: “diga-me com quem tu andas que eu te digo quem tu és”.

Se houver confusão ou briga, saia de perto e evite se envolver. Se está vendo alguém roubar ou fazer alguma falcatrua na empresa, não se envolva: as conseqüências poderão ser graves. Tenha seu nome limpo, evite se envolver em algo negativo para você, que possa sujar seu nome.
Seja cordial e educado com todos.

6)Quem é seu patrão?

Isso que eu vou te dizer é algo importante: quem é seu patrão? Se você não leu, não perca tempo e leia “O Monge e o Executivo”.

Muitas vezes pensamos que o nosso trabalho é para agradar apenas ao chefe. Muitas vezes odiamos o trabalho, odiamos o patrão, mas fazemos de tudo para chamar a atenção dele. Lembre-se: o cliente também é seu patrão. O cliente tem o poder de te demitir: se você vacilar e atender mal a um cliente e se ele reclamar as coisas ficam feias para seu lado. Seja sempre educado e cordial, pois da mesma forma que a reclamação de um cliente pode te demitir o elogio de outro pode te promover.

Um dia, eu fui a uma lanchonete de minha cidade: os atendentes eram frios e sérios. Outro dia, fui na lanchonete da mesma empresa, porém numa outra cidade (a lanchonete faz parte de uma rede gigantesca que tem representantes em todo o Brasil, ou seja, trabalha com franquias). Os funcionários me atenderam com sorriso e foram educados e simpáticos comigo. Eu literalmente me surpreendi e desejei voltar à lanchonete de novo. Observe o que um simples sorriso e uma forma cordial de atender faz: obtive uma imagem positiva de toda a empresa, compensando a minha visita na lanchonete dos funcionários sérios e frios.

Outra vez, eu fui a uma loja. Perguntei ao atendente onde poderia encontrar o produto X. Ele mandou eu esperar um pouco, terminou a tarefa dele e em seguida ficou conversando com o funcionário Fulano, simplesmente papeando. Ao me ver, lembrou-se de mim e perguntou o que eu tinha perguntado. Como não sabia responder a minha solicitação, pediu ajuda ao funcionário Fulano.

Se eu fosse uma pessoa crítica e impaciente, como muita e muita gente anda por aí, certamente iria reclamar com ele e talvez com o patrão, pois fui muito mal atendido. O funcionário me atendeu mal e nem sabia à respeito dos produtos da loja. Sequer perguntou se eu precisava ser atendido (eu tive que procurar um atendente) e nem pediu desculpas ou algo assim.

Se você trabalha diretamente com clientes, seja educado e cordial com eles: os clientes são seus patrões. Atenda-os como gostaria de ser atendido. Tenha cuidado: o cliente é seu patrão.

7)Seja exemplar

Você quer ser promovido? Quer receber algum aumento? Então trabalhe para merecer isso. O seu gerente, normalmente, não quer “saber muito de você”, mas sim quer ter resultados. Ele está de olho na sua produção, no seu rendimento, no seu padrão. Se aparecer alguém melhor, ele simplesmente te corta. E pronto.

Tente fazer o melhor. Procure se aperfeiçoar. Seja o funcionário que seu gerente quer ter. Sempre vai ter pessoas querendo a sua vaga: mesmo empregado, você estará em “concursos” constantes: se aparecer alguém melhor, você estará fora. O emprego na carreira privada e não estabilizada é uma constante luta: e para sobreviver, você tem que se destacar e mostrar o por quê de a empresa precisar de você. Pense que: se você for demitido, você fará falta na empresa.

Como isso pode acontecer? Sendo exemplar e se dedicando ao seu trabalho. Tenha iniciativa: se está sem nada para fazer, procure alguma coisa para fazer. Se te mandarem fazer alguma coisa, a faça bem feito: se fizer mal feito, ao invés de ajudar, estará te prejudicando.

Portanto, tenha iniciativa e faça tudo bem feito. Desse jeito, você vai conseguir a confiança de seus superiores. Eles vão pensar assim: “Olha, esse cara faz tudo bem feito e tem iniciativa para fazer as coisas. Nunca o vejo à toa: sempre está fazendo alguma coisa, sempre está querendo ajudar. Eu confio nele!”.


Essa foi a série de postagens "Como enfrentar o desemprego". Espero que eu tenha atendido às suas expectativas. O VinicBlog tem trabalhado bastante para fazer o melhor para você. Qualquer questão, basta fazer um comentário. Estamos totalmente abertos a críticas, sugestões, elogios ou perguntas.

Essa série estará sempre disponível aqui no VB e poderá ser atualizada a qualquer momento para garantir a você, estimado leitor, o melhor conteúdo.

Fique ligado nas próximas novidades do VinicBlog para você. Desde já sou grato por sua visita ao VB!




Nenhum comentário: