sábado, 30 de janeiro de 2010

Como estudar matérias que não são exatas?

Como estudar matérias que não são exatas?



Eu ofereço para você três métodos interessantes para estudar essas matérias. Confira o post abaixo:


1) Resumo instantâneo

Pegue seu livro didático acompanhado de um caderno. Tente resumir cada parágrafo que for lendo em tópicos. Após toda a leitura do livro, leia o resumo algumas vezes para memorizar toda a informação recebida. Use o resumo para se preparar para a prova.

Você pode fazer um esquema também, selecionando palavras-chaves com relações de causa e efeito.

2) Marca-textos

Para economizar papel, vai lendo o livro destacando as partes mais importantes. Após ler o assunto, leia as partes destacadas. Qualquer coisa que não entender, leia de novo. Use dicionários ou pergunte para o professor se for o caso.

3) Bancando o professor

Ensinando se aprende. E se aprende muito! À medida que for lendo o livro, vai explicando em voz alta para si mesmo o que entendeu, fazendo de conta que está explicando a matéria para alguém.

Agora, aí vão algumas dicas de estudo para algumas matérias específicas:

HISTÓRIA

O que complica em história são os detalhes. Você tem que selecionar o que você vai gravar, ou seja, você tem que selecionar as partes mais importantes. Organize o conteúdo assim:

1) Ao estudar um fato histórico, procure saber:

* As causas que geraram esse fato (como o “estopim”, ou seja, a causa mais importante)
* As conseqüências gerais que esse fato gerou
* O fato em si (detalhes resumidos do fato: como começou, como se desenvolveu e como acabou).

Procure responder essas perguntas: O que foi? Quando foi? Como foi?

EX: Causas da Expansão Marítima (aprimoramento dos conhecimentos de navegação, com a fundação da Escola de Sagres, além da busca de riquezas e etc...). Conseqüências da Expansão Marítima (descobertas de novas terras, como o Brasil).

2) Ao estudar um povo (sociedade, reino, país...), procure saber:

*Economia
*Sociedade (geralmente é a pirâmide com as camadas sociais, com ou sem mobilidade)
*Política (sobre tudo a forma de governo, como Monarquia ou República)

Além disso, deve resumir os principais períodos e seus acontecimentos.

EX: Quando estudamos História do Brasil nós a dividimos em: Colônia, Império e República. Dentro da República, temos os governos e também os períodos mais destacados, como “República do Café com Leite”, “Era Vargas”, “Ditadura Militar”...


BIOLOGIA

O problema da biologia é a diversificação e a extensão do conteúdo. Tem muito “nomezinho” para decorar, principalmente quando estudamos anatomia ou botânica.

*A Biologia trabalha muito com comparações, pois ela está fundamentada nas ideias de evolução. Portanto, saiba as diferenças principais dos seres na escalada evolutiva. Diferencie uma célula eucarionte para uma procarionte, diferencie as briófitas das pteridófitas.

* Faça esquemas para memorizar os ciclos de vida das espécieis.

* Entenda os fenômenos, resumindo-os em tópicos no papel, como a síntese de proteínas ou a divisão celular.

* Faça exercícios para decorar os diversos nomes. É uma das melhores formas para se dar bem em Biologia: faça os exercícios.



GEOGRAFIA

O que a geografia pode complicar é em relação à atualidade: claro, se você for estudar a tectônica das placas, relevo ou clima, basta fazer resumos e tudo fica numa “boa”.

Porém, se o assunto for “política externa”, “comunicações”, “transportes”, “agricultura e pecuária”? Ainda tenho um livro de geografia que diz que a Vasp, a Transbrasil e a Varig são as maiores empresas aéreas do Brasil na atualidade.

Portanto, há assuntos em geografia que são muito atuais. Use a internet, veja os jornais para se conectar a esse mundo! Atualize-se!


LITERATURA

A Literatura é uma matéria muito próxima a da História: as duas andam de mãos dadas. É como se fosse a especialização da História na perspectiva literária. No lugar dos fatos históricos, nós temos as escolas literárias, que são os períodos literários, como por exemplo: Trovadorismo, Parnasianismo, Simbolismo, Romantismo, Modernismo... Tudo terminado em “ismo” é uma escola literária, é um período literário.
Como estudar períodos literários?

1) Liste todas as características da produção literária da época. Primeiro, faça uma lista das características estilísticas (formas) da produção (EX: métrica, musicalidade, etc...). Depois, faça uma lista das características temáticas (amor platônico, idealização amorosa, morbidez...).

2) Identifique os principais autores da época e liste: suas obras principais e características gerais.


Como fazer a análise de um livro?

É inevitável que você leia um livro de um autor consagrado na Literatura. Aqui vai algumas dicas para a leitura (que geralmente é seguida de uma prova):

* Relacione as características gerais do período literário com as características do livro. Isso é muito comum em prova: a questão pede características do Modernismo presentes num livro de um escritor do Modernismo.

* Grave o nome dos personagens e suas características físicas e psicológicas, além da causa de suas ações (Fulano matou Beltrano por quê? Ciclano fugiu por quê?). Isso é muito explorado nas provas.

* Saiba fazer a comparação do livro com outros de autores da mesma época, observando semelhanças e diferenças.


GRAMÁTICA DA LÍNGUA PORTUGUESA  

Talvez essa seja a matéria mais complexa das humanas: a boa e velha gramática da língua portuguesa. Complexa pois tudo é muito imprevisível e as dúvidas podem ser muito amplas e abertas.
Uma coisa eu tenho certeza: DECORE AS EXCEÇÕES! A gramática é cheia de regras, que possuem mais exceções do que outra coisa.

Para português, não tenha muita esperança não: é “decoreba” mesmo! Português é o manual de instruções para se falar corretamente. Portanto, ou você sabe e tem as regras e normas da escrita devidamente decoradas, ou vai dar tiro no escuro.

Simplesmente, faça uma lista com todas as regras, utilizando os exemplos. Em português, dar um exemplo ajuda muito na compreensão. Dar exemplos de frases onde se usa a crase, onde se usa a próclise, onde se usa a vírgula, onde se usa...

A gramática é um manual de instruções: se você decorar o manual, você vai saber mexer no aparelho. Senão, vai ter que arriscar.

E leia a Gramaticando!



Um comentário:

Lamarck disse...

Olá, gostei muito de suas dicas, elas explicitam o que venho fazendo para estudar, menos a parte de fazer resumos em tópicos que aprendi este ano com uma professora de Sociologia, estudo no CEFET-MG, estou de greve no momento, porém por estar no último ano estou fazendo alguns vestibulares e está sendo de grande ajuda ter uma fonte de consulta para estudos como o que vocês compartilham aqui. É a primeira vez que visito o Blog mas está sendo adicionado aos favoritos. Obrigado