segunda-feira, 27 de outubro de 2008

Psicólogo, psicanalista, psiquiatra: afinal, é tudo a mesma coisa?


Qual a imagem que se forma em sua “cachola” quando você ouve “psicólogo”. E psiquiatra? E psicanalista? Será tudo a mesma coisa? Será mesmo? O psicólogo pode presquever medicamentos? Freud era psiquiatra, psicólogo ou psicanalista?


Nossa, quanto “psi” não? Bem, o “psi” lembra “mente”. Como todos eles tem um “psi” na frente, todos eles tratam de mente. Mas é tudo a mesma coisa, tratam na mesma maneira? Bom, vamos ver agora:

O PSIQUIATRA
O psiquiatra é um profissional da medicina, com especialização em psiquiatria. Seu objetivo é tratar as doenças mentais. Logo, ele é o médico da mente: ele pode prescrever medicamentos, ao contrário do psicólogo. Em alguns casos, a psicoterapia e o tratamento psiquiátrico devem ser aliados.


O PSICÓLOGO
O psicólogo se forma em psicologia e não em medicina, como o psiquiatra. A psicologia também estuda a mente, seu objetivo é estudar os processos mentais (sentimentos, pensamentos, razão) e o comportamento humano. Durante o curso, são feitos estágios supervisionados que habilita o psicólogo a realizar psicodiagnóstico, psicoterapia, orientação, entre outras. Pode atuar no campo da psicologia clínica, escolar, social, do trabalho, etc…


O PSICANALISTA
O psicanalista é o profissional formado em psicanálise, que é o método terapêutico criado por Freud. A psicanálise consiste na interpretação dos conteúdos inconscientes, ou seja, estuda o subconciente humano, aquilo que ele guarda na mente mas na verdade “não se dá conta”. As palavras, as ações e as produções imaginárias de uma pessoa são estudadas, através de associações livres e de transferências.


Nenhum comentário: