sábado, 9 de agosto de 2008

De onde veio o dia dos pais? (repostagem)


A primeira homenagem ao pai que o mundo conhece aconteceu há 4 mil anos, na Babilônia (acho que faz um pouquinho de tempo, não?). Foi um tal de Elmusu, que homenageou seu pai escrevendo numa argila. E como tu sabes, rapaz!? Pois arqueólogos encontraram a argila! Agora não me pergunte o que estava escrito ali, não!... Isso eu não sei.

Bom, mas o negócio não acaba aí não! Houve outras homenagens aos pais depois. Em 1910 (Ah! agora não faz tanto tempo assim, né? Pelo menos a minha tataravó era nascida) uma certa Sonodora Dood resolveu homenagear a todos os pais de sua cidade após ouvir uma espécie de sermão ao dia das mães. Por que? Bom, ela se inspirou em seu próprio pai, pois ele conseguiu superar tudo o que era dificuldade: teve que criar 6 filhos sozinho; sua esposa havia morrido ao nascer o 6º filho.

E então? E então que a coisa começou a pegar, se espalhou até que em 1966 o presidente dos EUA decreta o terceiro domingo de junho como o dia dos pais. Bom, aqui pelo jeito a coisa mudou: nós comemoramos em agosto. Bom, aí é outra história:

O pai brasileiro

Somente em 1953 que o pai brasileiro teve seu dia: foi iniciativa do jornal O Globo, que salientou a importância da celebração em família. A primeira data foi em 14 de agosto, que era o dia de São Joaquim. Porém, foi transferida para o segundo domingo de agosto, pois esse dia da semana seria mais adequado. Em 1955, o grupo Emissoras Unidas* organizou um show para celebrar a data. Nesse show, foram premiados os pais: mais novo (16 anos), mais velho (96 anos) e com maior número de filhos (31 filhos!!!!!) e lançaram quatro discos em homenagem aos pais. Até hoje, os dias dos pais é comemorado no 2º domingo de agosto!

Emissoras Unidas*: Folha de S. Paulo, TV Record, Rádio Pan-americana e a Rádio São Paulo.