terça-feira, 22 de janeiro de 2008

Haver, haverão, haverá, haverão... hahahaha...

O verbo "haver" tem suas regrinhas. Vamos a mais importante: é onde o povo confunde mais. Vamos lá:

-- "Haver" como sinônimo de "existir" é IMPESSOAL e infecta o vizinho!!!! Veja, pois é muito comum errarmos nisso:

CERTO: Hoje, deve haver atrasos no metrô.
ERRADO: Hoje, devem haver atrasos no metrô.

1º Percebem que eu posso trocar o "haver" por "existir". Se eu trocar, qualquer ser humano que sabe ler português vai entender que os trens vão se atrasar, ok?

2º Quando isso ocorre, o verbo "haver" é impessoal, não varia!!! (pela madrugada, não existe "haverão"!!). Uma vez impessoal, sempre "haver"!!

3º Quando esse camarada se torna impessoal, ele infecta o vizinho também!!! Portanto, o verbo que estiver ao lado também se torna impessoal, não varia!!! Por isso, escrevemos "deve" e não "devem".

O mesmo ocorre com o verbo fazer!!

Faz quarenta dias (não é "fazem quarenta dias")
Faz oito horas, faz nove trilhões de segundos, faz um segundo...

Preste atenção nessas construções:

- Deve haver reunião na segunda-feira
- Deve haver reuniões na segunda-feira
- Haverá reunião na segunda-feira
- Haverá reuniões na segunda-feira
- Haverão reuniões na segunda-feira ERRADO
- Devem haver reuniões na segunda-feira ERRADO

- Houve reunião na segunda-feira
- Houve reuniões na segunda-feira
- Houveram reuniões na segunda-feira ERRADO

Não existe "houveram" e "haverão", ok?


Haver: tempo decorrido


O "há" pode significar tempo decorrido:

-Há um ano...
- Há dois anos
- Há três, quatro, cinco (sempre "há": não se flexiona!)


se você leu e não entendeu NADA, CLIQUE AQUI (postagem mais atualizada)

9 comentários:

Anônimo disse...

Excelente, cara. Muito didático e bem estruturado. Me ajudou bastante. Valeu!

Tango disse...

Que coisa mais gostosa!
Estava com uma dúvida, dei a volta ao mundo e não havia forma de resolver. Cheguei aqui e encontrei!
Parabéns!

Um português que adora a sua língua, a nossa, para não ficar qualquer dúvida.

Anônimo disse...

Olá, confesso que ainda me resta uma dúvida em relação ao assunto. Entendi que quando o verbo haver tem o sentido de existir nunca devemos usar "haverão", porém pergunto: Quando empregar "haverão" ? Poderia citar exemplos?
Muito Obrigado!

Anônimo disse...

Parabéns você me esclareceu tudo, obrigado mesmo.

Ah anônimo, acho que mais claro que isso impossível, porém entenda que não existe essa palavra "haverão".

Daniel Keny disse...

obrigado, você acaba de salvar um release! rs

Vicente disse...

Existe haverão no sentido de obter, conseguir: "Eles haverão seus bens"

Emilia disse...

A prepotência e a ignorância andam de mãos dadas.

Emilia disse...

A prepotência e a ignorância andam de mãos dadas.

m a g n o n disse...

parabéns! simples e eficaz!

ajudou bastante!